fbpx
10 Espécies de Orquídeas Mais Preferidas dos Brasileiros

10 Queridinhas dos Brasileiros

Ainda não conhece as espécies de orquídeas preferidas dos brasileiros? Então, continue a leitura que montamos uma lista com as 10 mais procuradas pelos cultivadores aqui no Brasil!

Os novatos em jardinagem ainda se perguntam sobre quais são as espécies de orquídeas preferidas, mas saiba que essa pode ser uma pergunta sem resposta.

Como já dizia o ditado, gosto é gosto, cada um tem o seu e no caso dessa flor tal afirmação pode ser ainda mais legítima…

Você já se perguntou quantos tipos de orquídeas existem? Pois bem, no mundo há cerca de 50 mil espécies.

Com tanta opção de orquídea fica difícil escolher uma só, não é mesmo?

Mas, calma que as orquídeas brasileiras nativas estão em menor número, no qual de acordo com especialistas, estima-se cerca de 2.600 variedades.

Entretanto, assim como nossa cultura, em que os hábitos variam conforme a região local, o cultivo de orquídea também.

Dependendo do clima e das condições externas do estado brasileiro, é possível encontrar diferentes tipos de orquídeas, já que cada espécie precisa de um cuidado específico.

Então, independentemente de estarmos falando de orquídeas exóticas ou comuns, o fato é que antes de aprender como cultivar orquídea, é preciso escolher uma para plantar, certo?

Por isso, para que você já vá se familiarizando com essas belezuras, preparamos este guia básico com as 10 espécies mais requisitadas no mercado.

Confira a seguir quais são as espécies de orquídeas mais colecionadas aqui no Brasil!

ORQUÍDEA VANILLA

Para quem quer aprender como identificar espécies de orquídeas, essa é uma ótima alternativa, justamente por ter características únicas.

Foi descoberta em 1799, faz parte da família botânica das Orquidáceas e por esse motivo é uma flor trepadeira.

A orquídea Vanilla é também conhecida como orquídea baunilha, devido ao fato de ser capaz de produzir esse nutriente.

É uma espécie terrestre muito famosa por seu aroma peculiar, no qual sua floração pode ir do amarelo até tons mais esverdeados.

Com relação ao cultivo, é de fácil manutenção, econômico, se adapta melhor sob climas tropicais (acima de 21°C) e em solos ricos em matéria orgânica.

ORQUÍDEA LUDISIA DISCOLOR

É uma espécie de orquídea terrestre (classe mais cultivada em solos brasileiros), tendo como característica principal suas folhas.

Normalmente, sua folhagem apresenta coloração diferenciada de um lado para o outro, tendo uma textura aveludada.

Além disso, essa espécie costuma encantar os colecionadores por apresentar um tom acobreado único.

Um de seus pontos mais interessantes é que decoram o ambiente mesmo fora do período de floração.

Com relação ao seu cultivo, é importante manter o solo sempre bem adubado e não deixar a muda muito tempo exposta ao sol, pois é mais sensível à luminosidade.

ORQUÍDEAS NEGRAS

Essa é uma das orquídeas espécies raras e com certeza seu visual encanta a primeira vista, não é mesmo?

Por essa beleza única e imensurável, essa é uma das orquídeas epífitas mais procuradas atualmente.

Mas, ao contrário do que muitos cultivadores imaginam, suas flores não são pretas, mas sim vermelhas em tons escuros.

Já com relação ao cultivo diário, é uma espécie predominante no Espírito Santo (não cresce em temperaturas abaixo dos 10°C), se adapta à condições caseiras, prefere sombreamento ameno e não gosta de luz solar incidente diretamente.

Veja como ter LINDAS Orquídeas por TODOS os anos!

HOJE DE R$24,90 POR R$0,00!!! TOTALMENTE GRÁTIS APROVEITE QUE É POR TEMPO LIMITADO!

Veja como ter LINDAS Orquídeas por TODOS os anos!
Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Por essa característica, os cuidados com essa espécie devem ser redobrados, uma vez que preferem o cultivo em espaços sombreados e jamais em solos úmidos.

ORQUÍDEA FEITICEIRA

Essa é uma das espécies de orquídeas brasileiras, tendo como nome científico Orquídea Cattleya Walkeriana, descoberta em 1960.

De modo geral, é uma flor muito perfumada e que apresenta uma variedade imensa de formato e cores das pétalas.

            Por esse motivo, esse tipo de orquídea é muito utilizado na decoração do lar, já que pode-se encontrar a planta em cores desde o lilás até tons azulados.

Entretanto, é uma espécie que aprecia o clima mais ameno, tem o período de floração entre o fim da primavera e início do verão.

Com relação ao cultivo, embora goste da iluminação externa, é essencial manter os cuidados básicos, já que é uma espécie que se desidrata facilmente.

ORQUÍDEA DENPHAL

Essa não é uma das orquídeas exóticas, muito pelo contrário, é conhecida de muitos de nós.

Assim, essa espécie é uma das mais cultivadas ao redor do mundo, na qual encanta por sua aparência elegante e delicada.

Sua floração é bem variada, podendo ter pétalas desde a cor branca até tons mais avermelhados/vinhos, como o magenta e púrpura.

Além disso, um dos seus maiores atrativos é que trata-se de uma planta que tem capacidade para florescer em praticamente todas as estações do ano, principalmente em climas mais secos.

Com relação ao cultivo, é muito fácil saber como cuidar de orquídeas denphal, pois é um tipo resistente, de simples manejo e que pode ser plantada de diversas formas, desde o vaso até em árvores.

ORQUÍDEA AERIDES

Uma das espécies favoritas para plantar em casa ou em apartamento, visto que é bela, popular e exala um perfume incrível.

Essa orquídea tem várias espécies híbridas, no qual permite uma vasta gama de cores e pétalas. Mas, de maneira geral, suas flores são em tons rosados em degrade.

O cultivo das espécies de orquídeas brasileiras como essas é bem fácil, onde se adaptam melhor em climas quentes, adoram sol e seu desenvolvimento é beneficiado em locais mais úmidos.

Com relação à manutenção diária, é uma espécie que necessita de bastante água na rega e pouco precisa de adubação semanal.

ORQUÍDEA CATTLEYA LABIATA

Da mesma classe da orquídea feiticeira, essa espécie é uma das queridinhas da região nordeste do Brasil.

Por isso, leva o título de orquídea rainha do sertão, ou seja, é praticamente uma das orquídeas brasileiras nativas

Como pode-se perceber, se desenvolve melhor em climas mais quentes e secos e por essa razão pode ser considerada como uma das orquídeas espécies raras, já que se cultiva apenas em algumas regiões.

Atualmente, não encontra-se com facilidade no mercado, pois segundo especialistas está quase em extinção.

Isso por que foi cultivada por muitos anos em ambientes urbanos bem úmidos, fazendo com que a planta não se adaptasse e consequentemente morrendo.

Suas pétalas são mais abertas, largas e em tons rosados, no qual a floração exala um perfume marcante, geralmente no fim do verão.

ORQUÍDEA VELUTINA

Essa é mais uma das orquídeas espécies raras, onde aqui no Brasil está em extinção em diversos estados.

É uma flor linda e diferente (seu período de floração é em fevereiro), mas, permanece com pétalas por pouco tempo, aproximadamente três semanas.

No cuidado diário, é uma espécie que exige mais atenção, sendo indispensável cuidar para que a iluminação e ventilação do espaço esteja adequado.

Por isso, em muitos casos, é cultivada em jardins (pode ser plantada em árvores), já que se adapta melhor à condições mais úmidas.

ORQUÍDEA BARKERIA

Essa é uma das espécies de orquídeas preferidas, especialmente para os novatos no cultivo.

Isso devido a que é uma orquídea epífita que se adapta bem ao meio que está, prosperando até mesmo sob condições negligentes.

Sua aparência é incrível, tendo pétalas mais alongadas e finas, com coloração entre lilás e rosa.

Seu cultivo é bem fácil, na qual adora temperaturas intermediárias, boa luminosidade durante o dia e o adubo para orquídeas é muito simples, já que não apresenta deficiências nutricionais específicas.

Porém, para uma floração magnífica é preciso cuidar suas raízes, pois é uma espécie que não tolera solos úmidos e encharcados.

Além disso, preferem o habitat natural, então plantar em vasos dentro de casa pode não ser o mais indicado.

ORQUÍDEA BRASSAVOLA

Também conhecida como Dama da noite, essa espécie de orquídea finaliza a nossa lista de preferidas para o cultivo.

É muito antiga, sendo descoberta em 1800 e desde então, milhares de híbridos dessa espécie têm surgido.

Encanta a todos e não só por sua beleza, mas também pela facilidade em se cuidar diariamente.

Trata-se de uma espécie com uma alta taxa de crescimento, sua floração é constante por longos meses e tem uma fragrância suave e doce, especialmente à noite.

Para um bom desenvolvimento, necessita apenas de um clima mais quente, cerca de 60% de umidade do ar e uma boa rega com um sistema eficiente de drenagem.

Conclusão

Então, agora você já conhece quais são as 10 espécies de orquídeas preferidas para o cultivo, não é mesmo?

Sabendo como identificar espécies de orquídeas fica muito mais fácil e prático o cultivo, pois dessa forma entenderá quais são as necessidades da sua plantinha!

Gostou do nosso artigo? Ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário abaixo e vamos esclarecer tudo sobre esse assunto!

Veja como ter LINDAS Orquídeas por TODOS os anos!

Veja como ter LINDAS Orquídeas por TODOS os anos!

HOJE DE R$24,90 POR R$0,00!!! TOTALMENTE GRÁTIS APROVEITE QUE É POR TEMPO LIMITADO!

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Aurélia Souza
Aurélia Souza

Meu nome é Aurélia Souza. Sempre fui apaixonada por jardinagem em especifico por flores. Más algum tempo atrás percebi que minha verdadeira paixão são orquídeas

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.